Ser pobre é: quando o onibus ta cheio torcer para que os que ficam na porta desçam para deixar os outros passarem e ficar na rua.. 
  

Publicidade

Aumentar Visitas  
 
 
 
 
 
Fake - O agregador de links mais Original da Net 


Busque em todo o site
com o Google

 

MAIS ACESSADOS
no PobreVirtual

  receitas diversas
  
resumo de livros
  modelos de documentos 
  classificados
  anuncios TROCA-TROCA 
  memorização: Aula 1
   quiz do PobreVirtual  
  idéias para ganhar dinheiro 
  e muito mais (veja abaixo)

 

    página principal (home) 

Encontrou um chaveiro?
Informe o código:

Cadastro
  cadastre-se (gratis) 
  meus chaveiros  
  meus sorteios  
  alterar dados 
Classificados
  anunciar
  classificados
  meus classificados
Cursos e Apostilas
  Perguntas e Respostas Jurídicas
  universidade on-line
  memorização: Aula 1
  memorização: Que dia cai?
  demais cursos e apostilas
  resumo de livros <<
Download
  delivery
  palpites para loteria
  simulador keno (bingo)
  treine digitação
  Jogo Perguntas & Respostas
Emprego
  cadastro
  balcão de empregos
  concursos
  dicas gerais
Fórum
  fórum remunerado
Entretenimento
  imagens interessantes 
  campainhas para celular 
  datas comemorativas 
  dizem que...  
  games do PobreVirtual  
  idéias para ganhar dinheiro 
   papeis de parede 
  modelos de documentos 
  pensamento positivo 
  quiz do PobreVirtual 
  letras de musicas 
  ser pobre é...
  textos em MP3
  AudioBook
  todos os posts
  todos os posts (só títulos)
Gastronomia
  carnes
  bacalhau
  dicas gerais (novidades!!!)
  microondas
  receitas diversas <<<<
  tudo sobre congelamento
  vinhos
Orkut
  Imagens e afins para scraps
Poesias
  poesias e afins
  enve a sua
TROCA-TROCA
  anunciar
  meus anuncios
  anuncios TROCA-TROCA
Venha
  ajude/divulgue
  PobreVirtual no seu site
  fale comigo
  junte-se
(cadastre-se GRATIS!!!)
 
Busca do PobreVirtual
Procurar por:



 


Receba o Informativo do Pobrevirtual
Informe seu e-mail abaixo

Inscrever  Desinscrever
Quiz
Qual é a coisa que se viu ontem e não se verá nunca mais? 
Clique aqui para ver a resposta


Últimos posts

Wanderley Cardoso, Seca Barriga, Fisiognomia, Pink Drag Race... Zmaro 189
26/08/2015 3:48 AM
BOA NOTÍCIA: Mulheres estão preferindo os barrigudos no Programa Zmaro 187
24/08/2015 3:50 AM
Lorena e Rafaela, Costura, Banda e mais no Programa Zmaro 188
19/08/2015 2:34 AM
Gato Galactico, Carlos Ruas, Reciclaveis, Barriga e muito mais no Programa Zmaro
12/08/2015 4:33 PM
Reciclarte, Fisiognomia e Passagem de som no Programa Zmaro 186
05/08/2015 4:35 AM
Gente! Olha que chique: Um podcast com o tema: Pobre...
31/07/2015 1:56 PM

mais posts

ou

clique aqui para mais

Google

últimos pedidos...
Nome: Dora
Mensagem: ja fiz várias receitas da net de pão sem gluten ,nem uma deu certo.por favor me envia uma boa
Nome: dennyerim lima
Mensagem: gostaria dos livros: o desenvolvimento infantil na perspectiva sociointeracionista: piaget, vygotsky ewallon;
cuidar, educar e prevenir: as funçoes da creche nasubjetivação de bebês;
avaliação psicopedagógica da criança de 0 a 6 anos.

Nome: valdeci pereira
Mensagem: vc é programador dhelp...

tenho um programa q um rapaz fez pra mim no dhelpi.. mas ele foi embora d a cidade e levou os códigos fontes. e eu preciso faz ums alterações nele. atualizar.. da dando problemas no Windows 7 e 8

o wndows xp ele roda blz 
clique aqui para ver mais

 

 

 

Modelos do PobreVirtual de Cartas, Documentos e Afins

AÇÃO DECLARATÓRIA DE INEXIGIBILIDADE DE DÉBITO - INICIAL - CONTA TELEFÔNICA 

AÇÃO DECLARATÓRIA DE INEXIGIBILIDADE DE DÉBITO - INICIAL - CONTA TELEFÔNICA

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA .... VARA CÍVEL DA COMARCA DE.............



...., neste ato representado por sua inventariante, Sra. ...., (qualificação), portadora da Cédula de Identidade/RG nº ...., inscrita no C.N.P.F sob o nº ...., domiciliada nesta Cidade e residente na Rua .... nº ...., por seu advogado adiante assinado, com escritório nesta Capital, na Rua .... nº ...., onde recebe intimações e notificações, vem,a presença de V. Exa., propor a presente, AÇÃO DECLARATÓRIA DE INEXIGIBILIDADE DE DÉBITO, o que faz com supedâneo nos arts. 4º e 282, e seguintes do Código de Processo Civil brasileiro e nas demais disposições legais atinentes à espécie, contra ............................... pessoa jurídica de Direito Público Interno, inscrita no C.N.P.J sob o nº ...., com sede nesta cidade, na Rua .... nº ...., pelos motivos que passa a expor:
Tendo-se em vista medida cautelar antes interposta nessa digna Vara (autos de nº .........), faz-se necessário que a presente ação seja distribuída e processada por dependência, porquanto ambas as medidas perseguem o resultado advindo do uso do canal telefônico adiante descrito.
O Requerente foi surpreendido com o aviso de débito no elevado valor de R$ ............. e vencimento marcado para o dia .............., referente ao canal telefônico de prefixo ........................... (contrato nº .................); ato contínuo, buscou inteirar-se da origem desse débito e constatou não haver origem legal para o lançamento de tão vultosa soma; ademais, sempre honrou seus débitos, como demonstra com os inclusos expedientes.
Outrossim, não há valores pendentes de pagamento e relativos a faturas passadas, tanto que nada foi cobrado anteriormente a esse título e o Requerente vem, regularmente, pagando todas as faturas apresentadas.
Por outro lado, a concessionária, ora Requerida procedeu o desligamento desse terminal telefônico, fato que trouxe prejuízos de vulto ao Requerente, além de ter configurado medida totalmente arbitrária, e a religação efetivou-se somente em virtude da ordem liminar passada na medida cautelar antes falada.
Ora, se todos os valores apresentados pela concessionária foram pagos pelo Requerente, e nada há pendente relativamente ao contrato enfocado, a interrupção dos serviços prestados caracteriza-se como arbitrariedade da empresa, em abuso de sua parte, que ao ser consultada não apresenta explicação convincente, nem esclarece o que estaria pendente, relacionado com o contrato aqui enfocado e anteriormente citado. Também desconsidera, a referida empresa, a apresentação das faturas devidamente quitadas.
O Requerente consignou o valor que entende devido e relativamente à fatura ora enfocada, fazendo-o perante a ............, agência ......., situada na ................... desta cidade, junto à conta bancária nº ............., no valor de R$ ..........., tendo em seguida notificado à Concessionária para que recebesse ou manifestasse recusa justificada.
Cabe ainda repisar que existe liminar concedida na cautelar retro mencionada.
"Data Vênia" Meritíssimo, não existe procedência legal para o lançamento do débito em epígrafe, posto que não há justificativa para saldo de tão elevada monta.
Ao proceder, por mera liberalidade, o desligamento do terminal telefônico acima citado, a empresa concessionária agiu munida de total má-fé, além de se ter utilizado de medida totalmente arbitrária.
A pretensão aqui encerrada tem o apoio legal, visto que, inexiste, causa para o lançamento desse débito, em conta desse telefone ou do autor, haja vista que ambos jamais se serviram de canal para ligações (urbanas ou interurbanas) que ensejassem valor tão elevado; o referido débito somente pode ser explicado, (não justificado), em lapso da empresa ré, que lançou em débito do Requerente dívida de terceiros, ou dívida inexistente.
A atitude da concessionária, ora Requerida, além de configurar má-fé, trata-se de coação no sentido de, pelo desligamento do terminal telefônico, tentar exigir débito que inexiste; estando ciente de que os encargos relativos ao terminal desligado estão saldados.
Ante o exposto, e o mais que será suprido pelo notório saber jurídico de Vossa Excelência, invocando a legislação já anotada, requer, respeitosamente:
a) a citação da empresa ré no endereço retro apontado, pela via postal;
b) sejam concedidos ao Requerente os benefícios do art.172, Par.º, do Diploma Processual Civil, a fim de possibilitar as diligências do Sr. Oficial de Justiça, além do horário e dias convencionais, caso haja necessidade de tanto;
c) seja julgada procedente a presente ação para declarar inexigível o débito no valor de R$ ................ por absoluta falta de amparo legal, condenando-se a empresa ré ao pagamento de custas processuais e verba honorária no índice de 20%, sobre o valor da ação;
d) provar o alegado pelos meios de prova admitidos em Direito, todos sem exceção;
Dá-se à causa o valor de R$ ....
N. Termos,
P. Deferimento.
...., .... de .... de ....
..................
Advogado

ATENÇÃO: Nomes, números de documentos e afins cidados no modelo acima foram gerados randomicamente. Qualquer semelhança com dados reais é pura coincidência. Neste caso peço que entre em contado informando a coincidência que faço a alteração.


 Clique aqui para voltar para TODOS Modelos do PobreVirtual

  Dizem que: Deus escreve por linhas tortas...

Copyright 2004-2012 www.PobreVirtual.com.br / www.Zmaro.com.br
Para informações sobre reprodução entre em contato com webmaster@pobrevirtual.com.br