Ser pobre é reutilizar os saquinhos de chá......

veja todos os voos de drone em

www.Zmaro.tv/Drone

 

 

Mais
acessados

Principal

Modelos de
Documento

Receitas

Resumos
de Livros

 Perguntas e Respostas
 Jurídicas

Idéias para
ficar rico

Dicas gerais

Dizem que

Ser pobre é


Memorização

Curso de Memorização

Memorização:
que dia cai?

Demais
Cursos e
apostilas


Gastronomia

carnes

bacalhau

dicas gerais

microondas

 receitas diversas

Receitas

em vídeo

tudo sobre congelamento

vinhos


Download

delivery

palpites para loteria

simulador keno (bingo)

treine digitação

ringtones de graça

Saiba quais números
mais e menos saem
na MEGASENA


Contato

Fale com o Zmaro
e/ou
PobreVirtual

Site do
Programa Zmaro

Vídeos do
Programa Zmaro
Humor inteligente
de forma descontraída...

 
ADOÇÃO - INICIAL - MENOR

ADOÇÃO - INICIAL - MENOR

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA COMARCA DE .... - ESTADO DO ....




...., (qualificação), portadora da Cédula de Identidade/RG nº ...., residente e domiciliada na Rua .... nº ...., em ...., nesta Comarca, por seu advogado (Mandato Procuratório incluso), com escritório na Rua .... nº ...., onde recebe notificações e intimações, a presença de Vossa Excelência, nos termos dos artigos 39 a 52 da Lei 8069/90. Estatuto da Criança e do Adolescente, requer a
ADOÇÃO
da menor ...., (qualificação), nascida aos .... de .... de ...., nesta cidade, portadora do Registro Civil de Nascimento nº ...., livro ...., fls. ...., Cartório de Registro Civil de ...., pelas razões a seguir expostas:
A mãe biológica da menor, ...., resolveu entregá-la para a requerente quando contava com aproximadamente 01 (um) ano de idade, alegando não possuir condições econômicas para sustentar a menor, aliado ao fato de não contar com o apoio paterno, uma vez que tem sua identidade ignorada.
Após o acontecido,...., a época com 21 anos de idade, mudou-se deste município sem deixar informações sobre seu paradeiro, tampouco procurou manter qualquer contato com a filha biológica.
A menor tem convivido com a mãe social desde então, sendo assistida em termos material, moral e educacional, além de receber o tratamento afetivo que é nutrido entre pessoas com vínculo familiar.
Sempre fora o desejo da requerente, ...., adotar a menor visando regularizar a situação, pois a tem como filha e pretende que assim continue para sempre e com todas as consequências da filiação.
A requerente esteve casada até sobrevir o falecimento de seu cônjuge e, desde o casamento tem levado uma vida estável economicamente, conforme os documentos anexados aos autos.
Todos os requisitos exigidos pela Lei 8069/90 para a concessão da adoção estão plenamente cumpridos. Conforme se demonstra pelos documentos juntados.
Isto posto, requer respeitosamente à Vossa Excelência, primeiramente, a inscrição da Requerente como pretendente a adoção, no livro próprio desse juízo, se assim entender necessário, requerendo:
1. Seja recebido o presente pedido;
2. A intervenção do Representante do Ministério Público conforme determina o artigo 202 da Lei 8069/90 e artigo 82 do Código de Processo Civil;
3. Seja declarado procedente o presente pedido com a consequente adoção da menor ...., pela Requerente com a incidência de todos os efeitos inerentes ao pedido e constantes da citada Lei, uma vez que preenchidos os requisitos legais.
Em cumprimento ao artigo 165 da Lei 8069/90, a Adotante declara:
1) É (qualificação), residente e domiciliada na Rua .... nº ...., em ....;
2) Não há qualquer relação de parentesco entre Adotante e Adotanda;
3) A Adotanda chama-se ...., (qualificação), nascida no dia .... de .... de ...., no Município de ...., tudo de conformidade com o Registro Civil de Nascimento nº ...., às fls. ...., do livro ...., do Registro Civil da Sede da Comarca de ....;
4) A Adotanda não possui bens de qualquer espécie, direitos ou rendimentos;
Requer ainda:
A dispensa do estágio de convivência em razão da tenra idade e em virtude da Adotanda já estar sob tutela de fato da Adotante desde o 1º ano de vida.
Requer, finalmente, os benefícios da assistência judiciária gratuita (art. 206, parágrafo único da Lei 8069/90).
Protesta provar o alegado por todos os meios de prova em direito admitidos, desde já requerendo a juntada dos inclusos documentos e caso Vossa Excelência julgue necessário, a oitiva das testemunhas cujo rol será oportunamente anexado.
Dá-se a causa o valor de R$ .... (....).
Nestes Termos
Pede Deferimento.
...., .... de .... de ....
..................
Advogado

 

Clique abaixo para ver um pouco do Programa Zmaro
Humor inteligente de forma descontraída...

 

De grão em grão a galinha enche o bico!!!
Contribua com o PobreVirtual e Programa Zmaro. Curta, comente e compartilhe o Programa Zmaro nas suas redes sociais.
Envie seus resumos, receitas, dicas, provérbios e o que mais tiver para comaprtilhar no PobreVirtual e no Programa Zmaro. Basta acessar
www.pobrevirtual.com.br/fale
Ou se preferir você pode contribuir financeiramente depositanto qualquer valor em qualquer lotérica (Caixa Econômica Federal): agência 1998, operação 013, Poupança número 8155-0, ou veja outros meios em www.Zmaro.tv/doe 
Livros e cursos são caros, me ajude a aprender novas linguagens para lhe ensinar melhor e incrementar este site com várias novidades. Quando você passar em frente a uma lotérica, lembre-se que existe alguém que precisa muito desta(s) moedinha(s), ponha a mão no bolso e perca alguns segundos do seu tempo e faça um depósito. Pegue aquela moedinha que vai acabar caindo do seu bolso e dê um bom destino a ela.