Ser pobre é ter mania ded cheirar roupa, sapato utras coiasas quando novas......

veja todos os voos de drone em

www.Zmaro.tv/Drone

 

 

Mais
acessados

Principal

Modelos de
Documento

Receitas

Resumos
de Livros

 Perguntas e Respostas
 Jurídicas

Idéias para
ficar rico

Dicas gerais

Dizem que

Ser pobre é


Memorização

Curso de Memorização

Memorização:
que dia cai?

Demais
Cursos e
apostilas


Gastronomia

carnes

bacalhau

dicas gerais

microondas

 receitas diversas

Receitas

em vídeo

tudo sobre congelamento

vinhos


Download

delivery

palpites para loteria

simulador keno (bingo)

treine digitação

ringtones de graça

Saiba quais números
mais e menos saem
na MEGASENA


Contato

Fale com o Zmaro
e/ou
PobreVirtual

Site do
Programa Zmaro

Vídeos do
Programa Zmaro
Humor inteligente
de forma descontraída...

 
CONTRATO DE FRANQUIA (Franquia ou Franchising)



Pelo presente instrumento particular, de um lado Tício Ltda., empresa comercial com sede na Rua. Sobe e Desce, nº 242, Campo Grande, inscrita no CGC-MF sob o nº 88.888.888-4444-44, por seus representantes ao fmal nomeados, daqui por diante denominada simplesmente FRANQUEADORA e do outro Caio Ltda., com sede na Rua Amambai, nº 56, inscrita no CGCMF sob o nº 99.999.999-9999-99, daqui por diante, denominada simplesmente FRANQUEADORA e ainda Beltrano Ltda., empresa de serviços, com sede na Rua Dourados, nº 66, Campo Grande-MS, inscrita no CGC-MF sob o nº 66.666.666-9999-04, por seus diretores ao final nomeados, daqui por diante denominada simplesmente INTERVENIENTE firmam um contrato de franquia ("franchising") o qual se regerá pelas cláusulas seguintes.



Cláusula 1ª - A FRANQUEADORA é fabricante de Papel para as mais diversas finalidades.



Cláusula 2ª - A FRANQUEADORA tem, por autorização expressa da INTERVENIENTE, em seu estatuto social, o direito ao uso da marca Beltrano (nominativa, figurativa e mista) a qual se acha registrada no INPI - Instituto Nacional de Propriedade Industrial.



Cláusula 3ª - A FRANQUAEDORA desenvolveu projetos, bem como equipamentos pra produzi-los.



Cláusula 4ª - Pelo presente instnimento, fica a FRANQUEADA, autorizada pela FRANQUEADORA, com a expressa anuência da INTERVINIENTE, a produzir e comercializar produtos de concreto com a marca e a tecnologia ICONE.

§ 1º - A FRANQUEADA não poderá produzir postes com comprimento superior a 25 mts de altura exceto com consentimento expresso da Franqueadoras.

§ 2º - A FRANQUEADA não poderá vender para quaisquer concessionários de serviços públicos, postes subestações ou quaisquer estruturas para distribuição ou transmissão de energia ou sinais. Inclui-se nessa proibição a venda a empreiteiros, quando o produto for destinado a emprego em obra contratada por concessionária de produção ou distribuição de energia ou sinais.

§ 3º - A FRANQUEADA se obriga a consultar sempre a FRANQUEADA quando pretender adquirir os produtos referidos no "caput" desta cláusula, adquirindo-os da FRANQUEADA sempre que os preços e as condições dadas pela FRANQUEADA forem iguais ou melhores do que os terceiros.

§ 4º - O contrato de licença de uso de marca será assinado em instrumento próprio entre a FRANQUEADA e a INTERVENIENTE, com a interveniência da FRANQUEADORA.



Cláusula 5ª - A FRANQUEADA será exclusiva no Estado do Mato Grosso do Sul, podendo entretanto comercializar os produtos franqueados em outros Estados, porém sem exclusividade. A venda pela FRANQUEADA, fora do Mato Grosso do Sul, de galpões com área superior a 500m2 (quinhentos metros quadrados), dependerá sempre de prévio e expresso consentimento da FRANQUEADORA.

§ 1º - A autorização para a FRANQUEADA comercializar seus produtos fora do Estado do Rio Grande do Sul vigorará tão somente para as regiões onde não houver outro franquedos e enquanto a FRANQUEADORA não os nomear. Toda vez que a FRANQUEADORA nomear novo franqueado, comunicará o fato à FRANQUEADA, cessando, de imediato, a autorização para a FRANQUEADA atuar na área em que for concedida nova franquia.

§ 2º - A FRANQUEADA está autorizada a exportar os produtos que fabricar com base na presente franquia mediante simples comunicação à FRANQUEAD0RA, indicando o importador, o valor da exportaçao e a quantidade exportada, desde que a exportação não ultrapasse o valor de US$ 250,000.00 (duzentos e cinquenta mil dolares norteamericanos) por contrato. Se o valor for superior a este, dependerá dc prévia autorização da FRANQUEADQRA.



Cláusula 6ª - A FRANQUEADORA fará periodicamente uma avaliação do mercado do Estado de Mato Grosso do Sul, para verificar a atuação da FRANQUEADA. Verificando que o atendimento é insuficiente em relação ao mercado existente, notificará a FRANQUEADA que terá o prazo de até 6 (seis) meses para aumentar sua capacidade de produção.

§ 1º - Se a FRANQUEADA não atender à notificada FRANQUEADORA no prazo estipulado no § 2º, a FRANQUEADORA fica expressanlente autorizada a conceder a franquia a outros franqueados, deixando de subsistir a exclusividade da FRANQUEADA.

§ 2º - Todas as vezes que a FRANQUEADA pretender ampliar sua capacidade de produção, deverá consultar a FRANQUEADORA que terá preferência para fornecer, em aluguel, os equipamentos solicitados. Se a FRANQUEADORA não tiver os equipamentos ou não os puder fornecer, ou ainda se as partes não chegarem a um acordo sobre preço do aluguel, a FRANQUEADA ficará autorizada em adquiri-los no mercado. Neste caso, os equipamentos somente poderão ser utilizados após inspeção e aprovação pela FRANQUEADORA, que terá, para fazê-lo, no prazo de 15 dias contados do recebimento, em sua sede, da comunicação feita pela FRANQUEADA.



Cláusula 7ª - A FRANQUEADA se obriga a prouzir os pré-moldados de concreto segundo às normas de fabricação da FRANQUEADORA e utilizando exclusivamente moldes e demais equipamentos padronizados pela FRANQUEADORA.



Cláusula 8ª - Todos os produtos serão obrigatoriamente gravados com a marca "CAIO", na forma como se acha registrada, cujo padrão é entregue, neste ato, à FRANQUEADA.



Cláusula 9ª - A FRANQUEADA fica proibida de produzir ou comercializar, por conta própria ou de terceiros, em qualquer ponto do território nacional, quaisquer outras marcas de pré-moldados de concreto.



Cláusula 10ª - A FRANQUEADA fica obrigada a manter na frente de suas instalações um letreiro com a marca "Caio", letreiro esse de propriedade da FRANQUEADORA, que fica desde já autorizada a retirá-lo quando expirado o prazo do presente contrato ou se por algum motivo o mesmo vier a ser rescindido.



Cláusula 11ª - A FRANQUEADA se obriga a zelar pelo bom nome da FRANQUEADORA, de sua marca e de seus produtos, abstendo-se de praticar qualquer ato que possa, de alguma maneira, lhes prejudicar a boa reputação.



Cláusula 12ª - A FRANQUEADQRA se obriga a fornecer à FRANQUEADA os desenhos e projetos dos produtos franqueados, inclusive suas alterações, quando houver, no prazo máximo de 15 (quinze) dias contados do recebimento, em sua sede, da solicitação.



Cláusula 13ª - É expressamente vedado à FRANQUEADA o uso do nome, marca ou logotipo da FRANQUEADORA em suas notas fiscais, faturas e otros impressos fiscais, quaisquer que sejam, sem prévio consentimento da FRANQUEADA.



Cláusula 14ª - A FRANQUEADA poderá, a qualquer tempo, a seu exclusivo critério, proceder, diretamente ou através de representantes, funcionários seus ou não, a exames e vistorias nas instalações da FRANQUEADA, bem como em seus livros comerciais e fiscais, de modo a verificar se a FRANQUEADA cumpre, integral e fielmente, os tempos do presente contrato, inclusive seus aditamentos, bem como as normas de procedimentos e as orientações que são ou serão fornecidas à FRANQUEADA.

Parágrafo único - As pessoas indicadas pela FRANQUEADORA para as vistorias e inspeções se apresentarão à FRANQUEADA com uma carta credencial credenciamente emitida pela FRANQUEADORA com menos de 30 dias.



Cláusula 15ª - A FRANQUEADA se obriga a contratar e manter pessoal adequando ao antendimento de seus clientes, encaminhando, quando necessário, seu pessoal para treinamento oferecido pela FRANQUEADORA.



Cláusula 16ª - Pela franquia que lhe é concedida neste ato a FRANQUEADA pagará, mensalmente, 10% (dez por cento) do valor de produção dos produtos comercializados, fixando-se desde já o valor da produção em Cr$ (valor por extenso) por metro cúbico de concreto, que serão reajustados de acordo com índice que o governo vier a estipular.

§ 1º - Fica estabelecido que a FRANQUEADORA, independentemente do valor de sua comercialização, pagará mensalmente no mínimo o valor equivalente a Cr$ (valor por extenso), que será reajustado pelo índice que o governo vier a estipular.

§ 2º - Considerando-se as despesas que a FRANQUEADA terá para a sua instalação e Inicio de operação, durante os quatro primeiros meses de vigência deste contrato não será levado em conta o pagamento mínimo vigorando apenas a taxa de 10% sobre o valor da produção de produtos comercializados. A exceção deste parágrafo único vigorará nas prorrogações ou renovação de contrato.

§ 3º - O valor da produção será revisto triinestralmente, através da variação de custo das matérias primas, utilizando-se para tal os índices da revista "Conjuntura Econômica da Fundação Getúluio Vargas, ou outros que se mostrem mais adequados aos produtos franqueados.

§ 4º - Se, a qualquer momento, se verificar que valor de venda dos produtos, excluidos o IPI, é superior ao valor especificado no "caput" desta cláusula, prevalecerá o preço de venda para aplicação da taxa de 10% da fatura.

§ 5º - A FRANQUEADORA manterá na fábrica da FRANQUEADA um funcionário seu com a atribuição especificada de verificar o volume e os custos de produção. A verificação será feita diariamente, atráves de relatórios preparados em formulários padrão da FRANQUEADORA, visados pelo funcionário da FRANQUEADORA e um representante que a FRANQUEADA designará expressamente.

§ 6º - A remuneração do representante da FRANQUEADORA será de responsabilidade desta, cabendo à FRANQUEADA apenas a cessão de um local apropriado para seu trabalho.



Cláusula 17ª - Os pagamentos serão feitos até o 5º dia útil de cada mês, com base na produção apurada no mês anterior.

Parágrafo único - Do valor total recebido pela FRANQUEADORA, 10% (dez por cento) serão repassados à INTERVENIENTE como remuneração pela licença de uso da marca.



Cláusula 18ª - Além dos percentuais estipulados na cláusula anterior a FRANQUEADA pagará mensalmente à FRANQUEADORA 1% (um por cento) do valor da produção, calculada, como definido na cláusula 16ª, para a constituição de um fundo destinado a promover a divulgação da marca CAIO e dos produtos franqueados. Esta parcela será sempre devida, independentemente de a FRANQUEADA ter ou não despendido quaisquer quantias com publicidade de qualquer tipo.

Parágrafo único - No mês de junho de cada ano a FRANQUEADORA prestará contas à FRANQUEADA das receitas recebidas e despesas feitas à conta do referido fundo.



Cláusula 19ª - Considerando-se que a presente franquia foi concedida após e em consequência da análise da situação da empresa franqueada e principalmente de seus sécios, é expressamente vedado à FRANQUEADA transferir ou ceder para quem quer que seja e a que tftulo for, os direitos e obrigações aqui ajustados, exceto se houver prévia e expressa anuência da FRANQUEADORA.



Cláusula 20ª - Na hipótese de alienação, onerosa ou gratuita de qualquer parcela de participação societária, retirada, sucessão, falência ou interdição de qualquer sécio, da FRANQUEADA, à FRANQUEADORA poderá, a seu exclusivo critério, considerar rescindido o presente contrato, sem que disso resulte direito a indenização à FRANQUEADA seja a que título for.

Parágrafo único - Exclui-se desta restrição a alteração em que a participação societária seja transferida para sécio já integrante do quadro social quando da assinatura do presente instrumento.



Cláusula 21ª - Fica estipulado que se algum sócio pretender alienar sua participação a terceiros que não sejam também sécios da FRANQUEADA, à FRANQUEADORA será previalmente comunicada, tendo preferência para aquisição, em igualdade de condições. A FRANQUEADORA terá o prazo de 30 (trinta) dias para exercer o direito de preferência aqui estabelecido.



Cláusula 22ª - Os sécios, administradores e respectivos cónjuges ficam impedidos, durante a vigência deste contrato e até 10 (dez) anos após seu término ou rescisão, de representarem ou exercerem por conta própria o comércio de produtos que, direta ou indiretamente, possam concorrer com os da FRANQUEADORA, exceto se rescindido por culpa da FRANQUEADORA.



Cláusula 23ª - A FRANQUEADA se obriga, não só durante a sua vigência mas para todo o sempre, a tratar como absolutamente sigiosas todas as informações e documentação que receber em decorrência do presente contrato.

Parágrafo único - Para garantia do cumprimento do estipulado nesta cláusula a FRANQUEADA transmitirá a seus funcionários e prepostos e exclusivamente a estes, nada além das orientaçães e informações essenciais ao desempenho de suas respectivas tarefas.



Cláusula 24ª - Fica expressaniente acordado que todos aditamentos, alterações, totais ou parciais a este contrato, bem como quaisquer avisos ou comunicações que uma parte fizer à outra, somente terão valor se feitos por escrito.



Cláusula 25ª - O presente contrato vigorará pelo prazo de cinco anos, contado a paitir de sua assinatura.

Parágrafo único - O presente contrato será automaticamente prorrogado por períodos sucessivos de um ano cada um, exceto se uma das partes avisar à outra com antecedencia mínima de 30 (trinta) dias antes do seu término, sua intenção de não prorrogar.



Cláusula 26ª - Com o término da vigência do presente contrato, seja por ter expirado seu prazo, seja por ter sido rescindido, a FRANQUEADA fica proibida de utilizar a marca "Caio" em qualquer de suas formas.



Cláusula 27ª - Fica estipulado a multa de três vezes o valor médio pago pela FRANQUEADA, calculado com base nos base nos valores pagos nos 6 (seis) últimos meses, devidamente corngidos, pela variação do índice que o governo estipular, para a parte que infrigir qualquer cláusula do presente contrato, ainda que parcialniente, reservando-se a parte inocente o direito de considera-lo rescindido de pleno direito e ainda de haver as perdas e danos que efetivamente sofrer em decorrência do inadinplemento da outra parte.



Cláusula 28ª - Fica desde já estabelecido que a violação do disposto nas cláusulas 9ª, 22ª, e 23ª, acarretará a aplicação à FRANQUEADA de multa no valor de Cr$ (valor por extenso) ou índice que o governo vier a estípular, multa essa aceita expressamente pelas partes como prefixação de perdas e danos, valendo o presente instrumento como título executivo extrajudícial.



Cláusula 29ª - A Tício Ltda. será responsável pelos débitos fiscais e trabalhistas, decorrentes de fatos geradores ocorridos na fábrica anteriormente à assinatura deste contrato.



Cláusula 30ª - Para entendimento à vedação expressa na cláusula 13ª, a FRANQUEADA se obriga a alterar sua razão social, retirando-lhe o nome "CAIO".

§ 1º - Até 5 de abril de 1991 a FRANQUEADA apresentará à FRANQUEADORA certidão da junta Comercial do Estado do Mato Grosso do Sul, certificando a alteração na forma determinada por esta cláusula.

§ 2º - O não cumprimento, no prazo estipulado, do disposto nesta cláusula, implicará em automática rescisão do contrato de franquia, sem que a FRANQUEADA tenha direito a indenização de qualquer tipo.



Cláusula 31ª - O presente contrato anula expressamente quaisquer outros documentos ou entendimentos eventualmente havidos entre as partes, inclusive a carta assinada em 25 de agosto de 1990 pelo Diretor Comercial da FRANQUEADORA, cuja cópia, rubricada pelas partes, é anexada ao presente instrumento.



Cláusula 32ª - As partes elegem o foro da comarca de Campo Grande para dirimir eventuais controvérsias oriúndas da aplicação do presente contrato.

Campo Grande, __ de __ de ____.

Tício Ltda.

Caio Ltda.

Beltrano Ltda.

TESTEMUNHAS:








 

Clique abaixo para ver um pouco do Programa Zmaro
Humor inteligente de forma descontraída...

 

De grão em grão a galinha enche o bico!!!
Contribua com o PobreVirtual e Programa Zmaro. Curta, comente e compartilhe o Programa Zmaro nas suas redes sociais.
Envie seus resumos, receitas, dicas, provérbios e o que mais tiver para comaprtilhar no PobreVirtual e no Programa Zmaro. Basta acessar
www.pobrevirtual.com.br/fale
Ou se preferir você pode contribuir financeiramente depositanto qualquer valor em qualquer lotérica (Caixa Econômica Federal): agência 1998, operação 013, Poupança número 8155-0, ou veja outros meios em www.Zmaro.tv/doe 
Livros e cursos são caros, me ajude a aprender novas linguagens para lhe ensinar melhor e incrementar este site com várias novidades. Quando você passar em frente a uma lotérica, lembre-se que existe alguém que precisa muito desta(s) moedinha(s), ponha a mão no bolso e perca alguns segundos do seu tempo e faça um depósito. Pegue aquela moedinha que vai acabar caindo do seu bolso e dê um bom destino a ela.