Ser pobre é repassar brindes de fim de ano que recebe de empresas pros parentes como presentes de natal......

veja todos os voos de drone em

www.Zmaro.tv/Drone

 

 

Mais
acessados

Principal

Modelos de
Documento

Receitas

Resumos
de Livros

 Perguntas e Respostas
 Jurídicas

Idéias para
ficar rico

Dicas gerais

Dizem que

Ser pobre é


Memorização

Curso de Memorização

Memorização:
que dia cai?

Demais
Cursos e
apostilas


Gastronomia

carnes

bacalhau

dicas gerais

microondas

 receitas diversas

Receitas

em vídeo

tudo sobre congelamento

vinhos


Download

delivery

palpites para loteria

simulador keno (bingo)

treine digitação

ringtones de graça

Saiba quais números
mais e menos saem
na MEGASENA


Contato

Fale com o Zmaro
e/ou
PobreVirtual

Site do
Programa Zmaro

Vídeos do
Programa Zmaro
Humor inteligente
de forma descontraída...

 
PEDIDO DE INTERCEPTAÇÃO FEITO PELO MINISTÉRIO PÚBLICO

Meritíssimo Juiz de Direito da Comarca de (......................)

Proc. Nº: (......................)

Nos termos do art. 3º, II, da Lei nº 9.296, de 24-07-96, o PROMOTOR DE JUSTIÇA DESTA COMARCA, no uso de suas atribuições legais, nos autos acima referidos, movidos pela Justiça Pública contra o ACUSADO, (........................................), vem à V. Exa. requerer INTERCEPTAÇÃO EM COMUNICAÇÃO TELEFÔNICA em vista das seguintes razões de fato e direito:

1. De acordo com o artigo supracitado da referida lei, cabe ao Ministério Público o ônus da prova acerca da existência de determinada infração penal, facultando-lhe a produção das mesmas.

2. Pretende o REQUERENTE que se proceda a interceptação do terminal telefônico número (..............) instalado na residência do mencionado acusado , com intento de produzir prova na instrução processual penal em questão, grampeando as ligações feitas e recebidas, gravando-as e fazendo-as a devida transcrição.

3. Desta forma, a presente requisição probatória se justifica pelas seguintes razões:

a) Há indícios razoáveis da autoria ou participação do mencionado acusado, em infração penal abarcada pelo art. 317 do Código Penal - punida com reclusão - conforme deixam entrever informações obtidas em outro processo criminal (número..................), sobretudo a partir de outras interceptações telefônicas devidamente autorizadas pelo Poder Judiciário neste outro feito;

b) São indisponíveis outros meios que não este para a apuração do caso sob persecução, vez que, muito embora a Polícia Judiciária e o próprio Ministério Público já tenham empreendido diversas ações no sentido de se buscar outras espécies de provas a respeito do caso, a sofisticação da atuação criminosa posta em juízo fizeram inexitosas tais buscas.

Requer-se, assim, a interceptação pleiteada determinando-se a expedição de ofício à Companhia Telefônica e à Autoridade Policial desta comarca.

A fim de não se prejudicar as diligências e, sobretudo, não restar ameaçada a intimidade do ACUSADO, solicita-se absoluto segredo de justiça no que tange às providências legais.

Uma vez realizada a interceptação, pede-se seu apensamento aos autos, no momento oportuno, nos termos do parágrafo único do art. 8º da Lei nº 9.296, de 24-07-96, dando-se ciência às partes.

Pede deferimento

(Local e data)

(Nome e assinatura do Promotor de Justiça)

 

Clique abaixo para ver um pouco do Programa Zmaro
Humor inteligente de forma descontraída...

 

De grão em grão a galinha enche o bico!!!
Contribua com o PobreVirtual e Programa Zmaro. Curta, comente e compartilhe o Programa Zmaro nas suas redes sociais.
Envie seus resumos, receitas, dicas, provérbios e o que mais tiver para comaprtilhar no PobreVirtual e no Programa Zmaro. Basta acessar
www.pobrevirtual.com.br/fale
Ou se preferir você pode contribuir financeiramente depositanto qualquer valor em qualquer lotérica (Caixa Econômica Federal): agência 1998, operação 013, Poupança número 8155-0, ou veja outros meios em www.Zmaro.tv/doe 
Livros e cursos são caros, me ajude a aprender novas linguagens para lhe ensinar melhor e incrementar este site com várias novidades. Quando você passar em frente a uma lotérica, lembre-se que existe alguém que precisa muito desta(s) moedinha(s), ponha a mão no bolso e perca alguns segundos do seu tempo e faça um depósito. Pegue aquela moedinha que vai acabar caindo do seu bolso e dê um bom destino a ela.