Ser pobre é comprar um carro popular e achar que já é rico......

veja todos os voos de drone em

www.Zmaro.tv/Drone

 

 

Mais
acessados

Principal

Modelos de
Documento

Receitas

Resumos
de Livros

 Perguntas e Respostas
 Jurídicas

Idéias para
ficar rico

Dicas gerais

Dizem que

Ser pobre é


Memorização

Curso de Memorização

Memorização:
que dia cai?

Demais
Cursos e
apostilas


Gastronomia

carnes

bacalhau

dicas gerais

microondas

 receitas diversas

Receitas

em vídeo

tudo sobre congelamento

vinhos


Download

delivery

palpites para loteria

simulador keno (bingo)

treine digitação

ringtones de graça

Saiba quais números
mais e menos saem
na MEGASENA


Contato

Fale com o Zmaro
e/ou
PobreVirtual

Site do
Programa Zmaro

Vídeos do
Programa Zmaro
Humor inteligente
de forma descontraída...

 
CONTRATO DE PENHOR - GARANTIA DE DÍVIDA - AUTOMÓVEL

CONTRATO DE PENHOR - GARANTIA DE DÍVIDA - AUTOMÓVEL

Pelo presente instrumento particular de penhor civil, declaramos que, entre nós,.............................,brasileiro, casado, residente e domiciliado à rua.....................nº........., CPF/MF nº.................................., e.............................,brasileiro, solteiro, residente e domiciliado à Av....................nº........., CPF/MF nº.................................., restou justo e contratado o seguinte:
Eu,......................, sendo devedor a .........................., da quantia de R$..............(............), que em .....de.....de............recebi do mesmo , vencendo juros de ........% , ao ano, pagável em ...... parcelas mensais(......................), para garantia do pagamento total dessa importância, seus juros e demais encargos entrego-lhe, nesta data em penhor civil, um automóvel modelo/ano...............placa...............marca..................chassis...................., que possuo livre de ônus e que obtive por compra feita a ........e........., avaliado de comum acordo em R$.........(........), ficando o mesmo sujeito à referida dívida, seus juros, despesas de conservação e multa de ......% e demais despesas de custas e honorários advocatícios, caso tenha o credor............... de recorrer aos meios judiciais ou administrativos para cobrar o que lhe for devido. Declaro ainda que o mesmo credor............, poderá vender , judicial ou extrajudicialmente , dito objeto, caso eu não satisfaça pontualmente os pagamentos a que me obriguei nas épocas devidas, sem necessidade de intimação ou aviso prévio.
Fica eleito para foro desta comarca para dirimir quaisquer questões atinentes ao presente instrumento, independente de outro, por mais privilegiado que seja.
Eu, ............, aceito o presente contrato pela forma acima declarada, tendo, de fato, recebido, neste ato, em penhor civil, o objeto acima descrito, o qual fica em meu poder, obrigando-me a restituí-lo logo que seja a totalidade da dívida confessada neste instrumento.
As quais vão por nós assinadas juntamente com as testemunhas a tudo presentes.
............,.....de.......de...........
.........................................
.......................................
testemunhas
........................................
........................................

 

Clique abaixo para ver um pouco do Programa Zmaro
Humor inteligente de forma descontraída...

 

De grão em grão a galinha enche o bico!!!
Contribua com o PobreVirtual e Programa Zmaro. Curta, comente e compartilhe o Programa Zmaro nas suas redes sociais.
Envie seus resumos, receitas, dicas, provérbios e o que mais tiver para comaprtilhar no PobreVirtual e no Programa Zmaro. Basta acessar
www.pobrevirtual.com.br/fale
Ou se preferir você pode contribuir financeiramente depositanto qualquer valor em qualquer lotérica (Caixa Econômica Federal): agência 1998, operação 013, Poupança número 8155-0, ou veja outros meios em www.Zmaro.tv/doe 
Livros e cursos são caros, me ajude a aprender novas linguagens para lhe ensinar melhor e incrementar este site com várias novidades. Quando você passar em frente a uma lotérica, lembre-se que existe alguém que precisa muito desta(s) moedinha(s), ponha a mão no bolso e perca alguns segundos do seu tempo e faça um depósito. Pegue aquela moedinha que vai acabar caindo do seu bolso e dê um bom destino a ela.