Ser pobre é esquentar o pão com manteiga no fogao usando um garfo espetado nele.....

veja todos os voos de drone em

www.Zmaro.tv/Drone

 

 

Mais
acessados

Principal

Modelos de
Documento

Receitas

Resumos
de Livros

 Perguntas e Respostas
 Jurídicas

Idéias para
ficar rico

Dicas gerais

Dizem que

Ser pobre é


Memorização

Curso de Memorização

Memorização:
que dia cai?

Demais
Cursos e
apostilas


Gastronomia

carnes

bacalhau

dicas gerais

microondas

 receitas diversas

Receitas

em vídeo

tudo sobre congelamento

vinhos


Download

delivery

palpites para loteria

simulador keno (bingo)

treine digitação

ringtones de graça

Saiba quais números
mais e menos saem
na MEGASENA


Contato

Fale com o Zmaro
e/ou
PobreVirtual

Site do
Programa Zmaro

Vídeos do
Programa Zmaro
Humor inteligente
de forma descontraída...

Será que é mesmo tão difícil deixar o conforto do emprego...
Embora odeie a empresa onde trabalha, ache o seu chefe um gestor miserável ou tenha vontade de gritar de vez em quando… continua todos os dias a ir para o mesmo edifício sombrio, para, provavelmente, fazer algo que não gosta. É realmente angustiante para um empreendedor ter que trabalhar debaixo de mentalidades fracas em liderança. Digo-o por experiência própria.

Em primeiro lugar, é importante reconhecermos as razões disto acontecer – trabalhar num sonho de outra pessoa quando temos o nosso. Para que possamos conhecermo-nos a nós próprios, sabermos exactamente o que temos que vencer e estarmos conscientes do que nos retém. É um exercício bastante importante para quem quer finalmente dar o salto. Quanto a mim, estas são as razões mais fortes e comuns:

Não tem dinheiro suficiente de reserva. É necessário algum capital próprio para contribuir para a fase semente e, por outro lado, sobreviver com as despesas mensais. Faça um documento bem detalhado e concreto acerca de todo o capital necessário.

Não quer abdicar de benefícios. É difícil competir com os benefícios de uma empresa sólida. Seguros de saúde, planos de reforma, condições preferenciais em diversos sectores incluindo a banca, que poderão ser até extendidos para o resto da família. Neste ponto não há como competir. No entanto, minimize o contra: procure reunir um pequeno pacote económico de benefícios para si, especialmente em aspectos críticos como a saúde. Na verdade, a maioria dos benefícios da sua empresa você não utiliza. Para além disso, como diria um speaker que já não sei identificar: “Trabalhar para uma empresa pelos benefícios é como estar casado pelo dinheiro”. Tenha em mente que pouco se perde comparando com a liberdade empreendedora.

É demasiado assustador passar a depender de si próprio. Saltar para um buraco escuro pode ser duro, porque o número de variáveis a controlar aumenta bastante. Ainda sendo mau, no emprego sabe as regras do jogo. É previsível, não tem que trabalhar como se estivesse a reanimar uma empresa todos os dias. Quando se está seguro, é sempre mais fácil ficar-se onde se está. Faz parte da condição humana – todos nós encontramos o conforto na rotina e previsibilidade.

Tem a ilusão de segurança. Ilusão porque facilmente as premissas se alteram. A história demonstra-o na maior parte das empresas – reorganizações, fusões, deslocalizações, outsourcing, extinção de projectos, downsizing, segregação. Há muitos motivos – e bastante mais prováveis do que costumamos pensar – para que possamos perder o emprego ou para que ele possa ser alterado drasticamente… para pior. Consciencialize-se disto.

É mais fácil dizer a um familiar que trabalha para a IBM do que dizer algo que soará como “tirei ingenuamente um ano para ir à aventura”. Numa grande empresa, existe uma tendência deliberada para lhe incutirem uma sensação de pertença e orgulho. O marketing interno por vezes é tão bem feito que mesmo você, que tem consciência que o tentam manipular, acaba sendo bastante influenciado. Como se não bastasse, a sociedade parece canalizá-lo desde os 10 anos de idade para o “emprego perfeito”, sem nunca falar na “empresa própria perfeita”. Todos pensam assim e é um acrescento ao status social trabalhar para uma grande marca multinacional. Isso claramente aumenta-lhe o ego e a (falsa) sensação de importância e destaque na sua comunidade.

Está sufocado pelo horário do emprego. Por vezes penso que o mercado de trabalho está feito propositadamente para limitar os nossos impulsos empreendedores. Trabalha no mínimo 8 horas por dia e o seu tempo livre dá para pouco mais do que a manutenção da sua vida diária. Como o compreendo! Assim, o planeamento que possa fazer para a sua start-up é muito lento e muito disperso. Isto pode arruinar a sua motivação. Não permita que isso aconteça O tempo é o recurso mais escasso e, por isso, mais valioso. Desenvolva estratégias para que o seu dia passe a ter mais uma hora útil por dia. No longo-prazo tem um impacto enorme e pode ser decisivo.

Termino dizendo que acima de tudo isto está a descoberta do que o pode fazer feliz. Porque só encontrando a sua paixão é que encontrará a explosão necessária para uma autêntica corrida com barreiras.

fonte: tribolider

veja os vídeos do Programa Zmaro: Humor inteligente de forma descontraída. Acesse www.Zmaro.com.br

 

Clique abaixo para ver um pouco do Programa Zmaro
Humor inteligente de forma descontraída...

 

De grão em grão a galinha enche o bico!!!
Contribua com o PobreVirtual e Programa Zmaro. Curta, comente e compartilhe o Programa Zmaro nas suas redes sociais.
Envie seus resumos, receitas, dicas, provérbios e o que mais tiver para comaprtilhar no PobreVirtual e no Programa Zmaro. Basta acessar
www.pobrevirtual.com.br/fale
Ou se preferir você pode contribuir financeiramente depositanto qualquer valor em qualquer lotérica (Caixa Econômica Federal): agência 1998, operação 013, Poupança número 8155-0, ou veja outros meios em www.Zmaro.tv/doe 
Livros e cursos são caros, me ajude a aprender novas linguagens para lhe ensinar melhor e incrementar este site com várias novidades. Quando você passar em frente a uma lotérica, lembre-se que existe alguém que precisa muito desta(s) moedinha(s), ponha a mão no bolso e perca alguns segundos do seu tempo e faça um depósito. Pegue aquela moedinha que vai acabar caindo do seu bolso e dê um bom destino a ela.