Ser pobre é ir para praia e dar aqueles pulos dentro d`água:TICHIBUUUMMM......

veja todos os voos de drone em

www.Zmaro.tv/Drone

 

 

Mais
acessados

Principal

Modelos de
Documento

Receitas

Resumos
de Livros

 Perguntas e Respostas
 Jurídicas

Idéias para
ficar rico

Dicas gerais

Dizem que

Ser pobre é


Memorização

Curso de Memorização

Memorização:
que dia cai?

Demais
Cursos e
apostilas


Gastronomia

carnes

bacalhau

dicas gerais

microondas

 receitas diversas

Receitas

em vídeo

tudo sobre congelamento

vinhos


Download

delivery

palpites para loteria

simulador keno (bingo)

treine digitação

ringtones de graça

Saiba quais números
mais e menos saem
na MEGASENA


Contato

Fale com o Zmaro
e/ou
PobreVirtual

Site do
Programa Zmaro

Vídeos do
Programa Zmaro
Humor inteligente
de forma descontraída...

A morte de um pernilongo...
 

Ontem aconteceu um fato singular em minha vida. Algo que me fez pensar e refletir muito não só no evento mas sim no número de singularidades que presenciamos em nosso dia a dia e que deixamos passar despercebido, mas também em muitas outras coisas.

pernilongo[1] por pobrevirtualA primeira vista o acontecido pode parecer fútil, mas ao refletir em dados estatísticos de quantos eventos destes temos a chance de presenciar durante nossa vida, as probabilidades são imensas.

 Vamos ao fato: Estava fazendo meus exercícios matinais sentado em um banco de uma praça. Sob mim havia uma nuvem de insetos, os quais julgava ser aqueles mosquitinhos pequeninos. Eles voavam em círculos acima de mim e esta nuvem se deslocava andando de um lado para outro. Parecia viva, mas ao observar atentamente podia-se ver que era composta de vários insetos.
O fato é que ao olhar para o meio desta nuvem observei um dos insetos trombando com outro e caindo em parafuso em direção ao chão. Ao observar aonde o inseto havia caído fui perceber que tratava-se de um pernilongo e que o mesmo estava morto.
Neste instante lembrei-me que a vida destes insetos é relativamente curta, apenas alguns dias, e que provavelmente ele estava em pleno vôo quando chegou sua hora. Coloquei-me a pensar:

  • Se eu ficar olhando para outras nuvens de pernilongos será que conseguirei presenciar outra morte de um pernilongo?
  • Voar era sua vida. Ele morreu em plena atividade. Em um momento estava voando e logo em seguida caiu em parafuso.
  • Ao constatar que tratava-se de uma nuvem de pernilongos fiquei com receito de ser picado e logo sai de onde estava. Quantas vezes estou diante de algo que pode me picar, ou mesmo machucar e não percebo? Quantas vezes estou diante de algo que julgo ser uma nuvem de insetos inocente e que na realidade é composta de pernilongos que podem me picar?
  • Se fizesse meus exercícios matinais dentro de casa nunca iria presenciar um fato destes. Quantas belezas e eventos da natureza estou deixando de presenciar por olhar pouco para a natureza?
  • Pela manhã, olho para o céu e constato que a cada dia Deus fez uma pintura diferente no céu. Cada dia o pano de fundo é de uma cor: Um dia está aquele azulão bonito, outros cinzento, ...

Não quero passar nenhuma "moral da história" com isto e muito menos encontrar graça na morte de um inseto, apenas que reflita um pouco e tire suas próprias conclusões e que faça suas reflexões.

 

Pra cultura geral, abaixo o tempo média de vida das espécies:

Rã 6 anos
Carneiro 12 anos
Raposa 12 anos
Andorinha 12 anos
Leão 40 anos
Camaleão 40 anos
Elefante 80 anos
Crocodilo 100 anos
Tartaruga 150 anos
Baleia Franca 80 anos
Arara 63 anos
Avestruz 50 anos
Burro 12 anos
Canguru 12 anos
Chimpanzé 20 anos
Coelho 12 anos
Coruja 24 anos
Corvo 69 anos
Elefante africano 60 anos
Esquilo 11 anos
Galinha 7 anos
Gato 13 a 17 anos
Cão 13 anos
Cavalo 27 anos
Girafa 10 anos
Golfinho 65 anos
Gorila 20 anos
Hipopótamo 40 anos
Hiena 25 anos
Jegue 18 anos
Porco 10 anos
Papagaio 80 anos
Pernilongo fêmea 1 mês
Pernilongo macho 8 a 9 dias
Pica-pau 15 anos
Rato 2 a 3 anos
Rinoceronte 70 anos
Tamanduá 20 anos
Tarântula 30 anos
Tigre 25 anos
Urso 15 a 30 anos
Vaca 15 anos
Veado nobre 15 anos
Zebra 15 anos
 

veja os vídeos do Programa Zmaro: Humor inteligente de forma descontraída. Acesse www.Zmaro.com.br

 

Clique abaixo para ver um pouco do Programa Zmaro
Humor inteligente de forma descontraída...

 

De grão em grão a galinha enche o bico!!!
Contribua com o PobreVirtual e Programa Zmaro. Curta, comente e compartilhe o Programa Zmaro nas suas redes sociais.
Envie seus resumos, receitas, dicas, provérbios e o que mais tiver para comaprtilhar no PobreVirtual e no Programa Zmaro. Basta acessar
www.pobrevirtual.com.br/fale
Ou se preferir você pode contribuir financeiramente depositanto qualquer valor em qualquer lotérica (Caixa Econômica Federal): agência 1998, operação 013, Poupança número 8155-0, ou veja outros meios em www.Zmaro.tv/doe 
Livros e cursos são caros, me ajude a aprender novas linguagens para lhe ensinar melhor e incrementar este site com várias novidades. Quando você passar em frente a uma lotérica, lembre-se que existe alguém que precisa muito desta(s) moedinha(s), ponha a mão no bolso e perca alguns segundos do seu tempo e faça um depósito. Pegue aquela moedinha que vai acabar caindo do seu bolso e dê um bom destino a ela.