Ser pobre é comer farinha na frente do ventilador......

veja todos os voos de drone em

www.Zmaro.tv/Drone

 

 

Mais
acessados

Principal

Modelos de
Documento

Receitas

Resumos
de Livros

 Perguntas e Respostas
 Jurídicas

Idéias para
ficar rico

Dicas gerais

Dizem que

Ser pobre é


Memorização

Curso de Memorização

Memorização:
que dia cai?

Demais
Cursos e
apostilas


Gastronomia

carnes

bacalhau

dicas gerais

microondas

 receitas diversas

Receitas

em vídeo

tudo sobre congelamento

vinhos


Download

delivery

palpites para loteria

simulador keno (bingo)

treine digitação

ringtones de graça

Saiba quais números
mais e menos saem
na MEGASENA


Contato

Fale com o Zmaro
e/ou
PobreVirtual

Site do
Programa Zmaro

Vídeos do
Programa Zmaro
Humor inteligente
de forma descontraída...

 
Receitas do PobreVirtua e Programa Zmaro
Participe! Envie a sua, clique aqui
fabricar requeijão integral de corte
MATERIAIS UTILIZADOS NA FABRICAÇÃO

Utensílios:

Tanque ou cuba de aço inoxidável
Pá de aço inoxidável
Coador de tela fina para leite
Formas de plástico cilíndricas
Fogão industrial ou doméstico de uma a quatro bocas
Bandeja de aço inoxidável
Termômetro de mercúrio de –10 a 110ºC


Ingredientes:

Leite
Creme ou manteiga
Sal

MODO DE PREPARO

Matéria-prima - o leite integral deve ser coado, aquecido á temperatura entre 35ºC e 40ºC e colocado em um tanque ou cuba de aço inoxidável para coagular naturalmente até o dia seguinte (24 a 30 horas). Uma boa coagulação apresenta-se três partes distintas:

a) Uma camada de gordura creme ou nata na superfície;

b) Uma porção de massa (proteína) em maior quantidade no centro;

c) Uma parte líquida (soro) na parte inferior do vasilhame.

Retirada da gordura, creme ou nata - após a coagulação, com uma colher retira-se a gordura, creme ou nata que está na superfície da coalhada. De acordo com a adição deste ingrediente, o requeijão integral de corte recebe outras denominações:

a) Quando este componente é batido e transformado em manteiga e adicionado à massa o requeijão recebe a denominação regional de “Queijo Manteiga”.

b) Quando este componente é colocado em um vasilhame, levado ao fogo até o seu completo derretimento e acrescentado à massa, o produto resultante é chamado de “Requeijão do Norte” ou “Queijo do Sertão”.

Retirada do soro - a coalhada no vasilhame, deve ser aquecida até temperatura de 45ºC e seguida de agitação suave para completa separação da massa e o soro. Este aquecimento tem a finalidade de favorecer a saída do soro. Descarte-o através de peneira de tela fina.

Lavagem da massa - com a massa totalmente dessorada no tacho ou cuba de aço inoxidável, adiciona-se 20 litros de água para cada 100 litros de leite utilizados, e em seguida vai agitando a massa com uma pá de aço inoxidável elevando-se a temperatura entre 45 e 50ºC. Elimina-se toda a água, espremendo a massa em um tecido de algodão. Esta operação deve ser repetida mais uma vez para o leite de bovino e duas vezes para o leite de búfala com o objetivo da extração da acidez da massa.

Fusão da massa - complementando às lavagens, coloca-se a massa no vasilhame, juntando-se à mesma 20 litros de leite integral ou desnatado fresco para cada 100 litros de leite utilizados. Eleva-se a temperatura aos poucos até próximo de 70ºC com mexeduras constantes. A massa que antes encontrava-se toda fragmentada, neste ponto está toda unida formando um bloco homogêneo. Apresenta-se brilhosa e sem caroços. Eliminar todo o soro.

Cozimento da massa e salga - no mesmo vasilhame em que foi fundida a massa adicionam-se, no caso, toda a manteiga batida ou a gordura, creme ou nata derretidos advindos do volume de leite inicial e mais o sal na quantidade equivalente a 200 a 300 gramas para cada 100 litros de leite utilizados. A agitação e o calor são constantes até o completo cozimento que se conhece quando a massa se desprende do fundo do vasilhame ou formando filetes compridos.

Enformagem - colocar o produto acabado em formas previamente untadas com óleo, gordura ou manteiga.

Rendimento - 1 kg de queijo é produzido com 7,5 litros de leite de búfala e 10 litros de leite de bovino. O consumo é feito imediatamente após a fabricação e a conservação à 5ºC.

Embalagem - é feita em sacos plásticos comum, papel celofane ou papel impermeável e sacos plásticos próprios para embalagens à vácuo.

Durabilidade - 12 a 15 dias. 

Super dica de receita e para quem faz regime:
Aprenda a fazer Salada de Vidro
clique abaixo para assitir


veja todas as receitas em vídeo https://www.youtube.com/watch?v=SR1Zk4prqYo

 


Clique abaixo para ver um pouco do Programa Zmaro
Humor inteligente de forma descontraída...

 

De grão em grão a galinha enche o bico!!!
Contribua com o PobreVirtual e Programa Zmaro. Curta, comente e compartilhe o Programa Zmaro nas suas redes sociais.
Envie seus resumos, receitas, dicas, provérbios e o que mais tiver para comaprtilhar no PobreVirtual e no Programa Zmaro. Basta acessar
www.pobrevirtual.com.br/fale
Ou se preferir você pode contribuir financeiramente depositanto qualquer valor em qualquer lotérica (Caixa Econômica Federal): agência 1998, operação 013, Poupança número 8155-0, ou veja outros meios em www.Zmaro.tv/doe 
Livros e cursos são caros, me ajude a aprender novas linguagens para lhe ensinar melhor e incrementar este site com várias novidades. Quando você passar em frente a uma lotérica, lembre-se que existe alguém que precisa muito desta(s) moedinha(s), ponha a mão no bolso e perca alguns segundos do seu tempo e faça um depósito. Pegue aquela moedinha que vai acabar caindo do seu bolso e dê um bom destino a ela.